SECRETARIA REGIONAL DO PATRIMÓNIO E RECURSOS

RESPONSÁVEL: Liliana Morais (838 – Albergaria-a-Velha)

DEPARTAMENTO:

HISTÓRIA E MUSEOLOGIA– António Bravo (191 – Aveiro)

Queremos seguir a nossa pista e dar continuidade bem como melhorar o trabalho iniciado, quer na gestão do espaço da BEA quer dos recursos existentes (espaços, materiais e equipamentos regionais), capaz de dar resposta às várias solicitações que vão surgindo: formação, atividades regionais de área, etc. Queremos ainda, neste ano escutista, passar a Loja Escutista para o edifício da Junta Regional (BEA), espaço há muito querido e necessário.

Procuraremos também dar lugar ao reconhecimento e promoção de espaços da nossa região, seja dos agrupamentos ou das entidades locais, tornando-os capazes de acolher atividades escutistas dos agrupamentos e/ou secções e que facilitem, assim, a sua organização e aplicação do método escutista.

Reunir e promover a história da região de Aveiro continua a ser um dos objetivos da Junta Regional e com o departamento História e Museologia, a cargo do chefe António Bravo, teremos a oportunidade de continuar a tarefa de inventariar, conservar em espaço próprio e promover o acervo histórico regional existente, dando lugar a mostras temáticas e temporárias do mesmo. Também continuaremos a estabelecer contacto com entidades externas e internas ao movimento escutista que nos ajudem a enriquecer o espólio e a conhecer melhor a história da nossa região.

 

OBJETIVOS PLANO ANUAL 2018/2019

1. Gerir o espaço da BEA
ANUAL AÇÕES CONCRETAS
1. Elaborar e implementar plano de gestão da BEA 1.1 Criação de regulamento e sistema de utilização;

1.2 Identificação dos espaços;

1.3. Equipar e inaugurar a Loja Escutista.

 

2. Administrar e superintender os materiais e equipamentos regionais
ANUAL AÇÕES CONCRETAS
2. Coordenar distribuição de materiais e equipamentos regionais 2.1 Listar e/ou atualizar a lista do material e equipamento;

2.2 Criação de formulário de requisição de material.

 

3. Organizar e inventariar o acervo e arquivo histórico regional
ANUAL AÇÕES CONCRETAS
3. Promover a história da região

 

4. Inventariar o acervo histórico

 

5. Conservar o acervo histórico

3.1. Criação de exposições temporárias com acervo regional;

 

4.1. Atualização da base de dados;

 

5.1. Catalogação e conservação em local próprio (sala-museu);

5.2. Dotar a sala-museu com mobiliário de arrumo e exposição.

 

4. Promover recursos da região e dos agrupamentos
ANUAL AÇÕES CONCRETAS
6. Reconhecer e promover espaços para atividades escutistas 6.1 – Criação de base de dados e divulgação aos agrupamentos.

 

 

COMMENTS

Leave a Comment